Tags

, ,

Oi, Tudo bem? “Sexy, sarcástico e de prender a respiração! Para os fãs de Once Upon a Time e Grimm, Veneno é a prova de que contos de fadas são para adultos! Não existe “Felizes para sempre”! Você já pensou que uma rainha má tem seus motivos para agir como tal? E que princesas podem ser extremamente mimadas? E que príncipes não são encantados e reinos distantes também têm problemas reais? Então este livro é para você!

capa-frente-baixa

Quem disse que contos de fadas são apenas para crianças? Eu, aos 20 anos de idade, acabei de ler uma história com princesas e reinos distantes, com os príncipes encantados e seus cavalos brancos. Contos de fadas nunca saem de moda e a prova disso é o sucesso que séries de TV como “Once Upon a Time” andam fazendo. A verdade é que está cada vez mais comum vermos nas estantes das livrarias algumas adaptações e releituras daqueles contos de fadas que crescemos lendo e vendo os filmes. Foi por isso que essa saga me chamou atenção.

Em Veneno temos um novo ponto de vista de uma história que conhecemos bem, a de Branca de Neve, os anões, a madrasta má e seu espelho mágico que insiste em repetir que Branca de Neve é a mais bela do reino.

A madrasta má, que até então não ficava tão em evidência na história original (exceto pela sua inveja e maldade em amaldiçoar Branca de Neve com a maçã envenenada) é o ponto principal da trama. Lilith é descrita como uma beleza estonteante e conhecida por todo o reino como a Rainha de Gelo.

Sem muita novidade, ela morria de inveja de Branca de Neve, um espírito livre que cavalgava pelos campos, era a mais bonita do reino e o melhor, tinha o amor e admiração de todos.

Aproveitando da ausência do rei (que saiu em guerra), Lilith modificou tudo no castelo, fazendo com que Branca de Neve ficasse sob seus comandos.

Na realidade, a história é a mesma que já conhecemos e o enredo segue como “manda o figurino”, com direito à maçã envenenada e tudo mais. O que muda é a forma como a história nos é contada; conhecemos algumas fraquezas da rainha e também do que ela é capaz.

Em alguns momentos, vemos ligeiramente peças de outras histórias, como os sapatinhos de cristal da Cinderella que estavam na posse do Caçador e também a velhinha de João e Maria (sim, aquela da casa de doces) que nada mais é do que a bisavó da Rainha Má. Outro personagem mencionado em Veneno é Aladdin (descrito de uma forma não muito amigável).

A Branca de Neve de Veneno também é totalmente diferente daquela que eu conheci na infância, sem mencionar o Príncipe Encantado (que, cá entre nós, me surpreendeu de uma forma nada boa).

No fim, o que eu pude perceber é que a Saga Encantadas quis nos contar as histórias de uma forma mais adulta. Para ser bem sincera, não aconselho a leitura por crianças, a história pode ser a mesma, mas a forma em que é contada, com um toque sensual e personalidades fortes, é bem diferente da versão que ouvimos na infância.

4 ESTRELAS

4 ESTRELAS

NICK NERDBOOKS 2

Anúncios