Tags

, , ,

VEDA 2015

Sinopse:

117174055_1GGDiagnosticada com câncer da tireoide aos doze anos, Esther Grace Earl era uma adolescente talentosa e cheia de vida. Fazendo jus ao nome, que em persa significa “estrela”, ela marcou todos em seu caminho com sua generosidade, esperança e altruísmo enquanto enfrentava com graciosidade o desgaste físico e mental causado pela doença. Filha, irmã e amiga divertida, alto-astral e inspiradora, Esther faleceu em 2010, logo após completar dezesseis anos, mas não sem antes servir de inspiração para milhares de pessoas por meio de seu vlog e dos diversos grupos on-line de que fazia parte. A estrela que nunca vai se apagar é uma biografia única, que reúne trechos de diários, textos de ficção, cartas e desenhos de Esther. Fotografias e relatos da família e de amigos ajudam a contar a história dessa menina inteligente, astuta e encantadora cujos carisma e força inspiraram o aclamado autor John Green a dedicar a ela sua obra best-seller A culpa é das estrelas.

Título: A Estrela que Nunca Vai se Apagar
Título original: This Star Won’t Go Out
Autor: Esther Earl com Lori e Wayne Earl
Ano: 2014
Páginas
: 448
Editora: Intrínseca

Resenha:

Posso dizer que essa trama biográfica, foi uma das mais difíceis de resenhar, pois dizer que o livro conta a história de Esther parece pouco. O livro reúne não só pensamentos dela e daqueles que tiveram a sorte de tê-la em sua vida, mas é muito mais do que isso.

É uma história real, Esther, incrível sua busca da felicidade não só para si mesma, mas para qualquer um que estivesse por perto. Genuína, boa, engraçada, alegre, única. Porém, ao mesmo tempo, inspiração, exemplo, guerreira.

Mas é, também, a história de uma menina com uma doença, de uma família obrigada a conviver com a morte eminente de uma garota jovem e que soube aceitar seu destino brilhantemente. Uma criança que partiu cedo demais.

Para não tirar todo o mérito dos momentos bons que Esther viveu ao lado da família e amigos, não vou dizer que o livro é triste. No entanto, é absurdamente tocante. Chegaram momentos em que tive que parar, refletir, respirar fundo e deixar para ler depois, em outro momento.

A forma como foi escrita, faz com que a leitura seja rápida e fluída. Também, não vou desmerecer o dom da brilhante autora que o mundo perdeu.

Ao ler vemos que Esther não merecia ter partido tão cedo, que ela descanse em paz. Sinceramente, espero que essa obra possa mudar ao menos um pouquinho, a vida de cada um que tiver a oportunidade de lê-la.

Quando o dia chegar, seja em um, dez ou cem anos, eu não quero que vocês pensem em mim e fiquem tristes. Mesmo agora que estou viva, não pensem em mim e digam “Pobrezinha. É uma pena que ela esteja doente”. Não que vocês façam isso. Pensem em mim e pensem na luz do sol e no quanto amo animais e desenhar coisas bonitas.

5 ESTRELAS

MUITO BOM!

NICK NERDBOOKS 2

Anúncios