Tags

, , , , , , , , , , , , ,

152d7-capa-primeiro-e-ucc81nico

Sinopse: Shea tem 33 anos e passou toda a sua vida em uma cidadezinha universitária que vive em função do futebol americano. Criada junto com sua melhor amigas, Lucy, filha do lendário treinador Clive Carr, Shea nunca teve coragem de deixar sua terra natal. Acabou cursando a universidade, onde conseguiu um emprego no departamento atlético e passa todos os dias junto do treinador e já está no mesmo cargo há mais de dez anos.

Quando finalmente abre mão da segurança e decide trilhar um caminho desconhecido, Shea descobre novas verdades sobre pessoas e fatos e essa situação a obriga a confrontar seus desejos mais profundos, seus medos e segredos.

A aclamada autora de Questões do Coração e Presentes da Vida criou uma história extraordinária sobre amor e lealdade e sobre uma heroína não convencional que luta para conciliá-los.

Título: Primeiro e Único
Título original: The One & Only
Autor: Emily Giffin
Ano: 2015
Páginas
: 448
Editora: Novo Conceito

Skoob | Goodreads

Resenha:

Shea tem 33 anos e não tem opinião própria, se deixa levar pelas escolhas dos outros… Nesse livro, vamos acompanhá-la tomar decisões que normalmente não tomaria, afinal, ela tem 33 anos e mesmo sendo uma amante dos esportes e ter um trabalho relacionado a isso (jornalista de esportes), ela ainda não saiu “da asa da mãe” ou da amiga, Lucy, que acabara de perder sua mãe.

Shea tem um vinculo muito forte com o pai da Lucy, o que me fez ficar confuso em relação aos sentimentos e emoções dos personagens. Outra coisa, o livro traz um tema ao qual não estou habituado que é o futebol, me senti perdido em alguns aspectos, logo que, a maior parte do livro é sobre o futebol!

Quando li a sinopse do livro, tive um momento de reflexão onde me perguntei se realmente iria valer a pena solicitar o livro…

O que posso dizer? Esse livro não me prendeu, melhor, não me chamou atenção. Não sei se é devido ser um livro voltado para mulheres (chick lit) ou por ser um romance mais adulto, enfim. Eu recomendo pois, eu posso não ter gostado, mas não significa que você não vai gostar também. Sinto muito também, pois ouvi muito à respeito da Emily Giffin, sobre seus livros serem bons, no entanto não vi essas coisas, pelo menos não nesse livro. Por isso, vou dar apenas 3 estrelas.

NADA MAL!

NADA MAL!

» CURTIU? DEIXA SEU COMENTÁRIO E NÃO ESQUEÇA DE NOS SEGUIR PARA ACOMPANHAR AS NOVIDADES SOBRE LITERATURA, SÉRIES E FILMES! « 
Anúncios