Tags

, , , , , , , , , , , , , , , , ,

91eHwAhwsnL._SL1500_

Sinopse:

Você quer jogar?

É só um jogo. Isso é o que pensa Henrik “HP” Peterson, protagonista da Trilogia The Game, ao aceitar um convite anônimo, via celular, para participar de missões inusitadas pelas ruas de Estocolmo (Suécia). Mas a cada tarefa cumprida, e devidamente compartilhada na rede, ele tem a sensação de que a brincadeira está ficando séria demais. Será paranoia?

Ou será que HP está realmente caindo numa poderosa rede de intrigas, com conexões que poderiam chegar aos responsáveis pelo assassinato do primeiro ministro sueco em 1986 ou até mesmo aos ataques do 11 de setembro?

Quem afinal está por trás desse JOGO?

Você tem coragem de investigar?

Título: Trilogia: The Game Vol. 1 
Título original: Game: A Thriller (Game Trilogy)
Autor: Anders de la Motte
Ano: 2015
Páginas
: 272
Editora: DarkSide

Skoob | Goodreads

Resenha:

O Jogo, é um romance que mexe com sua cabeça e te deixa ansioso ao ponto de devorá-lo em instantes.

A história começa na Suécia com o nosso herói, Henrik Petterson ou como mais conhecido, HP, quando acha um telefone celular misteriosamente num metrô. Na tela do celular, há um convite para jogar um jogo, onde HP teria que roubar algo de uma passageira. Além de ser recompensado com dinheiro a tarefa cumprida também lhe dá pontos e fãs anônimos. Porém, as tarefas começam a ficar difíceis…

O livro traz questões das quais nos fazem pensar o quanto o ser humano é capaz de fazer para “crescer” financeiramente.

HP é um protagonista interessante, me vi muitas vezes torcendo por ele. Desempregado, acaba realizando alguns furtos e usando drogas. Primeiramente, não é fácil aceitar seus pensamentos e narração. Às vezes soava como um pouco imaturo, mas nem por isso deixou de ser engraçado e diferente.

Anders de la Motte mostra em HP como as pessoas possuem um ego frágil, a necessidade da aprovação e adoração. Anders também se mostra um dominador quando o assunto é tecnologia. 

Outra personagem que chamou minha atenção é Rebecca, membro da polícia sueca. Ela é um guarda-costas que protege o alto escalão político e vemos o quanto luta em predominância masculina. Rebecca e seu passado obscuro me deixou muito intrigado.

**Não posso contar muito sobre ela senão irei dar spoiler.**

O Jogo é mais que um romance, é um Thriller. O ritmo do livro é intenso e intrigante. A DarkSide como sempre nos deixa boquiabertos e mal espero para o segundo e terceiro livro. Nem preciso falar da diagramação, né? Impecável! ❤

E você, quer jogar?

BOM!

BOM!

Anúncios