5 Estrelas, Editora Galera Record, Resenhas

Resenha: Senhor das Sombras (Os Artifícios das Trevas #2) por Cassandra Clare

capa-senhor-das-sombras

Sinopse:

O segundo volume da nova série da Cassandra Clare, autora de Os Instrumentos Mortais.

A ensolarada Los Angeles pode ser um lugar sombrio na continuação de Dama da Meia-Noite, de Cassandra Clare. Emma Carstairs finalmente conseguiu vingar a morte dos pais e pensou que com isso estaria em paz. Mas se tem uma coisa que ela não encontrou foi tranquilidade. Dividida entre o amor que sente pelo seu parabatai Julian e a vontade de protegê-lo das graves consequências que um relacionamento entre os dois pode trazer, ela começa a namorar Mark Blackthorn, irmão de Julian. Mark, por sua vez, passou os últimos cinco anos preso no Reino das Fadas e não sabe se um dia voltará a ser o Caçador de Sombras que já foi. Como se não bastasse, as cortes das fadas estão em polvorosa. O Rei Unseelie está farto da Paz Fria e decidido a não mais ceder às exigências dos Nephlim. Presos entre as exigências das fadas e as leis da Clave, Emma, Julian e Mark devem encontrar um modo de proteger tudo aquilo que mais amam — juntos e antes que seja tarde.

Título: Senhor das Sombras (Os Artifícios das Trevas #2)
Título original: Lord of  Shadows (The Dark Artifices #2)
Autores: Cassandra Clare
Ano: 2017
Páginas: 602
Editora: Galera Record

5 SABRES

Resenha:

Eu disse isso antes e vou dizer de novo, Os Artifícios das Trevas é o trabalho mais sofisticado de Cassandra Clare até agora.

Senhor das Sombras é a sequência que todos esperávamos. Ele tem a mesma quantidade de conteúdo de alta intensidade, belamente construído e profundo, mas cômico, que adoramos ver em as Crônicas dos Caçadores de Sombras. Senhor das Sombras mergulha mais fundo no Mundo dos Caçadores de Sombras do que nós já vimos antes. As crescentes tensões entre Downworlders e Shadowhunters, as bombas nucleares esperando para detonar entre as relações de caráter, tudo sobre esta série se expande em um conto maior e melhor do que eu poderia ter previsto. Eu tinha tantas teorias que entravam neste livro e, embora algumas fossem confirmadas, algumas estavam basicamente corretas, outras estavam completamente erradas, mas a execução era muito maior do que qualquer coisa que eu pudesse imaginar. Qualquer coisa que eu pudesse pedir era entregue como eu queria, ou algo que eu nem sabia que queria até que me fosse dado.

Eu adorava que pudéssemos ter mais perspectivas de uma variedade de outros personagens (Kit, Ty, Livvy, Dru e Diana). Embora eu sinta que cada personagem desta série cresceu do livro um para o outro, foi realmente um prazer aprender mais sobre esse conjunto específico de personagens e conhecê-los melhor. Eu sinto especificamente que Emma, Julian, Mark e Cristina amadureceram mais do que a maioria. Eu sinto que com todos os fardos que cada um deles carrega, eles começam a encará-los de frente, o que me deixou muito orgulhoso. Eu acho que qualquer leitor que ama os personagens de Artifícios das Trevas ficará impressionado com o desenvolvimento do personagem na continuação!

Eu amo como sem esforço as histórias de Os Instrumentos Mortais e As Peças Infernais são implementadas na presente série. Eu amei todas as diferentes jornadas que nossos protagonistas seguiram; De Londres, a Cornwall, a Faerieland, a Idris, há muita aventura e entusiasmo para amar. Claro, dentro disso vem toda a devastação para a qual ninguém está preparado, mas ainda assim perfeitamente escrito.

Como sempre, tenho que aplaudir a Cassandra por continuar a crescer e melhorar seu ofício. Eu realmente acredito que cada livro em Crônicas dos Caçadores de Sombras fica melhor e melhor à medida que a história se aprofunda. Estou particularmente impressionado porque eu vi riscos com o Senhor das Sombras que nem sempre foram levados em livros passados e eu estou de acordo com todas as decisões tomadas (sim, até mesmo cada uma das mortes!) Estou satisfeito, exultante, de coração partido e explodiu tudo em um.

Claro, eu recomendo a leitura do Senhor das Sombras. E mal posso esperar para que todos vocês possam experimentar esta história!

 

Até a próxima! Deixem seus comentários logo abaixo.

 

+ Resenha: Dama da Meia-Noite (Os Artifícios das Trevas #1)

Cassandra Clare, Resenhas, Séries, Sem categoria

SHADOWHUNTERS: Assistir ou não?

291184

Em primeiro lugar, você pode estar se perguntando o que é Shadowhunters? Ou o que são Instrumentos Mortais? A série de TV Shadowhunters é uma adaptação de uma série de livros do gênero YA (jovens adultos), popularmente conhecida como The Mortal Instruments (Instrumentos Mortais). A série literária possui 6 livros. Há uma trilogia chamada The Infernal Devices (As Peças Infernais), dois livros de histórias canônicas, contadas e chamadas The Bane Chronicles (As Crônicas de Bane, sobre o bruxo bissexual imortal Magnus Bane) e Tales From Shadowhunter Academy. Há também mais duas séries de sequências planejadas (3 livros cada): The Dark Artifices (Os Artifícios das Trevas, o primeiro livro, Dama da Meia-noite, foi publicado pela Galera Record em 2016) e The Last Hours (sem data prevista de lançamento no Brasil). Hum. Há também um Shadowhunter Codex, que é um guia de acompanhamento de terminologia, história e assim por diante. Em suma, este é um mundo enorme. Esta série é para as pessoas que amam a fantasia urbana, lotes e lotes de construção do mundo, árvores genealógicas complicadas que cobrem séculos (saber quem está relacionado com quem e o que aconteceu entre seus antepassados há 200 anos é muitas vezes crucialmente importante nesta série).

Em poucas palavras, Shadowhunters são pessoas descendentes de anjos que protegem o mundo de Downworlders (fadas, vampiros, lobisomens, demônios e qualquer outra coisa não humana ou um caçador de sombras). Há um mundo inteiro que os seres humanos não têm ideia sequer existe. É um mundo perigoso que se equilibra precariamente à beira da guerra entre facções em grande parte políticas de seres sobrenaturais, nenhum dos quais gosta ou particularmente confiam uns nos outros e onde muito poucas coisas são como parecem (incluindo quem são os caras “bons” e “maus”).

A série de TV é baseada na série principal e começa na trama do primeiro livro, A Cidade dos Ossos. No primeiro livro, uma adolescente comum descobre que ela é qualquer coisa menos comum quando sua mãe é sequestrada por causa de algo chamado A Taça Imortal que as pessoas muito ruins querem. Clary Fray, a antiga garota comum, tem muito com que lidar. Sua mãe mentiu sobre quem é toda a sua vida. Após o sequestro descobre ser uma shadowhunter, assim ela tem que aprender rapidamente sobre todo este mundo que ela nunca soube que existia e não possui nenhum conhecimento para lidar com essa novidade, há desconfiança por toda parte (especialmente quando todos sabem quem é seu pai e por que ela e sua mãe estavam disfarçadas como Mundanos).

Primeiro de tudo, você deve assistir? Se você é um fã dos livros e filmes, eu diria que sim. Não é perfeito e eu tenho alguns problemas que vem sendo aceitável até o momento. Eu sou um grande fã de longa data dos livros e estou emocionado ao ver esses personagens na TV. Eu gostei partes do filme, honestamente, mas o grande problema que eu poderia ver é que esta não é uma série que um filme ou um conjunto de filmes poderia fazer justiça. O tipo de coisa que você não pode fazer em 2 horas. Esta série é melhor na TV, onde há o tempo para explorar o mundo e realmente cavar os personagens. Se você não está familiarizado com os livros, há uma curva de aprendizagem definitiva. Os primeiros episódios se sentem um pouco apressados e recheados com vários personagens tentando trazer Clary, até a velocidade em um valor de vocabulário totalmente novo de coisas muito importantes que ela / você precisa saber (se você assistir e está desesperadamente perguntando a si mesmo, o que é The Clave, The Accords, Runas, The Silent Brothers, The Mortal Cup, e assim por diante, tudo bem. Você acabará por entender tudo).

Em minha opinião, a melhor coisa até agora é o elenco. No filme, o elenco não me agradou muito. O elenco de TV é muito, muito, muito bonito e eu sou honesto o suficiente para admitir que esteja apreciando cada minuto que assisto.

the-mortal-instruments-city-of-bones-poster-1448058119
Fime – Instrumentos Mortais – Cidade dos Ossos (2013)
zzzzzzzzzzzz
Série – Shadowhunters (2016)

Os personagens são envelhecidos. No primeiro livro, Clary tem 15 anos. No piloto, ela completa 18 anos. Fazê-la uma jovem adulta em vez de uma adolescente tem vantagens para onde eu acho que eles querem tomar. Principalmente, ele libera algumas restrições para os personagens dos livros em termos de serem menores (nos livros, apenas Alec é um adulto. Como tal, ele pode fazer coisas que os outros personagens não podem em relação à lei da Clave).

Uma coisa que eu estou preocupado é com a rapidez com que a série parece estar passando pela trama. Eu gostaria de vê-los abrandar e realmente explicar e mostrar o mundo rico que os personagens habitam. Há SEIS livros apenas (na série principal). Parece que eles estão indo para uma abordagem de despejo de informação para obter rapidamente os telespectadores pelo mundo, mas eu acho que eles devem abrandar, para que não percam as pessoas com muita informação, muito cedo.

Eu acho que esta é uma série que vale a pena experimentar, se você é novo para o mundo Shadowhunter ou se você já é fã, acho que vai gostar ainda mais. Acredito que a série só vai melhorar com o andamento das temporadas.

Curta! Comente! Compartilhe!
5 Estrelas, Editora Galera Record, Resenhas

Resenha: Dama da Meia-Noite – Os Artifícios Das Trevas – #1, Cassandra Clare

capa-resenha-cassandraclare_nerdbooksblog

Sinopse: 

Em um mundo secreto onde guerreiros meio-anjo juraram lutar contra demônios, parabatai é uma palavra sagrada.

O parabatai é o seu parceiro na batalha. O parabatai é seu melhor amigo. Parabatai pode ser tudo para o outro mas eles nunca podem se apaixonar.

Emma Carstairs é uma Caçadora de Sombras, uma em uma longa linhagem de Caçadores de Sombras encarregados de protegerem o mundo de demônios. Com seu parabatai Julian Blackthorn, ela patrulha as ruas de uma Los Angeles escondida onde os vampiros fazem festa na Sunset Strip, e fadas estão à beira de uma guerra aberta com os Caçadores de Sombras. Quando corpos de seres humanos e fadas começam a aparecer mortos da mesma forma que os pais de Emma foram assassinados anos atrás, uma aliança é formada. Esta é a chance de Emma de vingança e a possibilidade de Julian ter de volta seu meio-irmão fada, Mark, que foi sequestrado há cinco anos. Tudo que Emma, Mark e Julian tem a fazer é resolver os assassinatos dentro de duas semanas antes que o assassino coloque eles na mira.

Suas buscas levam Emma de cavernas no mar cheias de magia para uma loteria sombria onde a morte é dispensada. Enquanto ela vai descobrindo seu passado, ela começa a confrontar os segredos do presente: O que Julian vem escondendo dela todos esses anos? Por que a Lei Shadowhunter proíbe parabatais de se apaixonarem? Quem realmente matou seus pais e ela pode suportar saber a verdade?

A magia e aventura das Crônicas dos Caçadores de Sombras tem capturado a imaginação de milhões de leitores em todo o mundo. Apaixone-se com Emma e seus amigos neste emocionante e de cortar o coração no volume que pretende deliciar tantos novos leitores como os fãs de longa data.

Título: Dama da Meia-Noite  
Título original: Lady Midnight
Autor: Cassandra Clare
Ano: 2016
Páginas:
574

Editora: Galera Record

Livro cedido através da parceria com a editora

5 SABRES

Skoob | Goodreads | Adquira 

 

Resenha:

Levei muito tempo para começar este romance, em parte porque eu tinha outras prioridades e porque o tamanho do romance me assustou. 574 páginas! Eu li somente alguns outros livros perto desse tamanho ou mais… Stephen King hahahaha. Uma vez que comecei a ler, entretanto, eu estava chutando-me por esperar tanto tempo. Cassandra Clare continua a me surpreender toda vez que ela lança um romance, Dama da Meia-Noite sendo seu 9º romance.

A história realmente chamou minha atenção e me atraiu. A família Blackthorn é convidada a investigar os misteriosos assassinatos que estão acontecendo em Los Angeles. Algumas das vítimas são Fae, o que significa que após a Guerra das Trevas, é ilegal que os caçadores de sombras trabalhem com Faeries. A única coisa que os convence a aceitar o trabalho é a promessa de Mark Blackthorn, o rapaz mais velho, sendo devolvido a eles. As fadas deixam Mark com eles como um incentivo para que eles resolvam a investigação. Eles recebem três semanas. Se eles tiverem resolvido o assassinato no final de três semanas, Mark será capaz de escolher se quer ou não quer voltar para a Caçada Selvagem ou ficar com sua família.

A história de amor entre Emma e Julian estava me matando.

Eu me encontro amando cada personagem que ela escreve. Enquanto eu sentia falta de nossos heróis da TMI (Os Instrumentos Mortais), eu estava feliz por ter um romance focado em Julian e Emma. Eu me apaixonei por eles desde o momento em que eles apareceram pela primeira vez na CoHF (Cidade do Fogo Celestial).

Julian constantemente quebrou meu coração durante todo o romance. Ele é um garoto tão doce que teve que crescer muito rápido após o assassinato de seus pais, o exílio de sua irmã mais velha, e sequestro pela Caçada Selvagem de seu irmão mais velho. Agora, em cima de tudo isso, sua luta com o sentimento proibido para sua parabati. Emma, ,no entanto, me surpreendeu. Ela é forte e apaixonada e teimosa. Ela sabe que ela não é completamente parte da família Blackthorn, mas ela pertence a eles, com Julian. Quando ela começa a sentir algo por sua parabati, ela está certa de que Julian não pode sentir a mesma coisa.

Adorei aprender sobre todas as crianças que Julian está cuidando. Cada um deles traz algo para a história. Adorei especialmente ler sobre o personagem de Mark Blackthorn. Ele não sabe mais quem ele é. Ele não sabe se ele pertence à Caçada Selvagem ou se ele é um caçador de sombras, parte da família Blackthorn. Ele é torturado e perdido. Ele está fazendo seu melhor para descobrir onde ele está.

O final da história praticamente me matou. Entre a pessoa que trai todos, a escolha que Emma faz e as lutas de Mark, eu não passei pelo fim sem muitas mágoas. Eu não posso esperar até maio de 2017 para o Senhor das Sombras (lançamento do 2º livro da trilogia). Aqui no Brasil ainda não tem data definida.

Curta! Siga! Comente!

 

 

Cassandra Clare, Editora Galera, Editora Galera Record

Quem é vivo sempre aparece!

topo

E aí, saudade de vocês! Finalmente estou de férias do trabalho e agora sim, terei tempo de publicar todas as resenhas que estão pendentes dos meus parceiros. Então, vem muita coisa nova pela frente… falando em coisa nova, eu junto com três amigos decidimos criar um blog para espalhar para o mundo (tem que pensar grande), nossa “opinião gay” sobre as coisas que vem acontecendo na mídia. Depois poderiam fazer uma visitinha e seguir, obrigado. Ah, sim! O nome e o link do blog: Close Certo.

Para voltar ao meu posto de blogueiro literário, vou falar sobre alguns livros que recebi nesses meses e que estou completamente apaixonado. ❤

E, para começar apresento a vocês o mais novo livro da Cassandra Clare, Dama da Meia-Noite, com capa holográfica e um capítulo extra.

12801412_1225665160794729_5867993215707028976_n-278x400Em Dama da Meia-Noite, Cassandra retoma o universo de fantasia urbana da série Os Instrumentos Mortais, que já ganhou a tela de cinema e agora é série de TV exibida pelo canal Netflix. Cinco anos após os acontecimentos de Cidade do Fogo Celestial, acompanhamos os Caçadores de Sombras do Instituto de Los Angeles enquanto tentam descobrir os responsáveis por uma série de assassinatos que vitimam tanto humanos quanto fadas. Agora Emma Carstairs é uma jovem em busca dos assassinos de seus pais, com a ajuda de seu parabatai, Julian Blackthorn. As crianças cresceram e podem se tornar os melhores Caçadores de sua época.

Editora: Galera Record
Idioma: Português
ISBN-10: 8501401080
ISBN-13: 978-8501401083
Dimensões do produto: 23 x 16 x 3,3 cm
Peso do produto: 721 g

A Cassandra Clare postou um vídeo listando 10 coisas que devemos saber antes de ler Dama da Meia-Noite. Veja:

Legendado pelo www.Idris.com.br


E eu quero saber de vocês: Já conhecem o livro? Querem ler? Quais livros já leu da nossa diva, Cassandra? Comente, curta e compartilhe!!

 

Cassandra Clare, Estreias, Séries

Séries: Veja as Primeiras Fotos da Série Baseada nos Livros de Cassandra Clare

faking-it

Depois do fraco desempenho de “Instrumentos Mortais – Cidade dos Ossos” nos cinemas em 2013, a franquia de filmes foi cancelada e a história dos livros de Cassandra Clare está sendo adaptada para uma série.

“Shadowhunters”, a série, ganhou hoje as primeiras imagens, divulgadas pela Entertainment Weekly, que mostram os principais personagens da história.

Uma das fotos mostra Clary (Katherine McNamara), a protagonista, com Jace (Dominic Sherwood) na Cidade dos Ossos.

Já outra imagem mostra Jace, Clary, Alec (Matthew Daddario) e Isabelle (Emeraude Toubia).

Tem também a foto de uma festa. “Shadowhunters” ainda tem no elenco Alberto Rosende e Harry Shum Jr.

A série deve chegar à TV em 2016 pelo canal norte-americano ABC Family.

» CURTIU? DEIXA SEU COMENTÁRIO E NÃO ESQUEÇA DE NOS SEGUIR PARA ACOMPANHAR AS NOVIDADES SOBRE LITERATURA, SÉRIES E FILMES! «

Tag's, VEDA 2015

VEDA #16: Tag – Livros de Chocolate

VEDA 2015

Mais uma tag para compor meu VEDA, dessa vez vou responder as questões criadas pelo canal A Daydreamer’s ramblings. E eu vi no canal do Luan, dono do  Show do Luan.

Sintam-se à vontade para copiar a tag, contanto que credite devidamente e dizer que viu no Nerd Book’s Blog!

So… Here we go!

  1. Chocolate meio-amargo: um livro que cobre um tópico obscuro

Doutor Sono, Stephen King

  1. Chocolate branco: um livro leve e bem-humorado

A Probabilidade Estatística do Amor à Primeira Vista, Jennifer E. Smith

  1. Chocolate ao leite: um livro que virou moda e você está morrendo de vontade de ler.

Na verdade quando um livro vira “modinha” eu não leio, tipo A Culpa é das Estrelas, nunca li por esse motivo! U.U

  1. Chocolate com caramelo: um livro que te fez sentir todo meloso durante a leitura.

Diário de uma paixão, Nicholas Sparks

  1. Chocolate com wafer: um livro que te surpreendeu ultimamente.

Top School! Toni Brandão.

  1. Chocolate com amendoim: um livro que está te fazendo surtar.

Carrie, a estranha, Stephen King

  1. Chocolate quente: um livro que te conforta.

Demi Lovato – Staying Strong, Demi Lovato

  1. Caixa de chocolates: uma série bem variada para agradar pessoas de vários gostos. 

Instrumentos Mortais, Cassandra Clare

Curtam! Sigam! Comentem! 

NICK NERDBOOKS 2

5 Estrelas, Cassandra Clare, Editora Novo Conceito, Holly Black, O Desafio de Ferro - Magisterium, Resenhas

Resenha: O Desafio de Ferro – Magisterium – Livro 1

Oi! Como vocês estão? No dia 18/10 a Editora Novo Conceito realizou uma campanha em vários estados brasileiros para divulgação do livro O Desafio de Ferro – Magisterium. Nessa campanha nós conhecemos um pouco da história do livro e foram realizadas brincadeiras com brindes, bem legal. Então, segue uma pequena resenha dessa aventura para você conhecer.

Sinopse – O Desafio de Ferro – Magisterium – Livro 01 – Cassandra Clare, Holly Black

AMIGOS E INIMIGOS. PERIGO E MAGIA. MORTE E VIDA. A maioria dos garotos faria qualquer coisa para passar no Desafio de tumblr_inline_nbnjrpOUmU1stiuw3Ferro. Callum Hunt não é um deles. Ele quer falhar. Se for aprovado no Desafio de Ferro e admitido no Magisterium, ele tem certeza de que isso só irá lhe trazer coisas ruins. Assim, ele se esforça ao máximo para fazer o seu pior… mas falha em seu plano de falhar. Agora, o Magisterium espera por ele, um lugar ao mesmo tempo incrível e sinistro, com laços sombrios que unem o passado de Call e um caminho tortuoso até o seu futuro. Magisterium – O Desafio de Ferro nasceu da extraordinária imaginação das autoras best-seller Holly Black e Cassandra Clare. Um mergulho alucinante em um universo mágico e inexplorado.

Continue lendo “Resenha: O Desafio de Ferro – Magisterium – Livro 1”